As lindas bibliotecas de Paris

Além de grandiosas, as bibliotecas públicas parisienses são verdadeiros templos do conhecimento. A maioria delas são reservadas aos estudantes e pesquisadores que encontram o cenário ideal para desfrutar dos milhares livros que estes santuários nos oferecem.

@ParciParla

A biblioteca Sainte-Geneviève

O que poderia ser mais agradável do que aprender em um monumento histórico de quase 500 anos?

A biblioteca Sainte-Geneviève é excepcional de todos os pontos de vista.
Começando pela arquitetura. Em 1838, o arquiteto Henri Labrouste adota uma novidade para época: O ferro, por sua resistência ao fogo, mas também por sua nova estética.
Ao entrar nesta biblioteca, admiramos as estruturas de ferro que suportam duas abóbadas contíguas e que favorecem uma ampla penetração de luz.

Então, será aqui a primeira arquitetura metálica para liberar espaço e trazer luz!

@ParciParla

Assim a biblioteca Sainte-Geneviève é uma experiência espiritual, o térreo é escuro e ao subir as escadas até o primeiro andar, encontrarmos um lugar vasto cheio de luz, um verdadeiro lugar sagrado do conhecimento.
Em termos de conteúdo, esta biblioteca contém mais de 2 milhões de documentos nas áreas de humanidades e literatura.

Informação Prática:
Endereço: 10 place du Panthéon, 75005
Web Site: Biblioteca Sainte-Genevièv
e

Biblioteca Nacional da França Richelieu

A Biblioteca Nacional da França (BNF) Richelieu é um dos tesouros mais fantástico da França. As BNF foram construídas em meados do século XVI. Assim, quando o público entra neste lugar, é todo um período da história francesa que ele pode tocar.

Eu vou mostrar para vocês a sala Henri Labrouste, obra-prima do arquiteto Henri Labrouste, arquiteto responsável pela construção de 1861 e 1868.
Henri Labrouste usa o princípio de uma estrutura metálica, testado na biblioteca de Sainte-Geneviève.
A sala é iluminada por nove cúpulas que difundem uma luz uniforme, contribuindo para o efeito de uma extraordinária leveza no espaço.

Em 1864, o paisagista Alexandre Desgoffe criou as pinturas acima das prateleiras laterais que representam uma natureza verdejante, destinadas a inspirar os leitores com uma sensação de calma e relaxamento.

@ParciParla

Informação Prática:
Endereço: 58, rue de Richelieu, 75002
Site: BNF Richelieu

Biblioteca Mazarine

A biblioteca Mazarine é a biblioteca pública mais antiga da França. Ela fica à beira do Sena, em frente a charmosa ponte das artes, em frente ao museu do Louvre, e vizinha do Instituto da França, um esplendido palácio construído entre 1662 e 1688 pelo Louis le Vau, arquiteto preferido do Luiz XIV.

@ParciParla

Esta biblioteca foi um desejo de um homem. O ministro principal durante a infância do Luís XIV, o Cardeal Mazarin.
A biblioteca Mazarine se encontrava no palácio do ministro no lado direito (Rive droite) do rio Sena. Após a sua morte, ela foi transferida para a Rive gauche (o lado esquerdo do rio).
Uma curiosidade importante, a biblioteca Mazarine guarda um tesouro: A Bíblia de Gutenberg de 1455 que é o primeiro livro impresso na história da humanidade!
Desde o dia que foi aberta aos estudiosos em 1643, esta biblioteca era a mais rica da Europa com cerca de 40.000 volumes em meados do século XVII, excepcional para época!
Hoje é uma chance que este tesouro histórico esteja aberto a todos.

@ParciParla
@ParciParla
@ParciParla

Informação Prática:
Endereço: 23, quai de Conti, 75006
Site: Biblioteca Mazarine

Se puder, aproveite estes lugares inusitados de Paris.

“A biblioteca é uma clínica para a alma”.

A bientôt!

Aureliana 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.