Como ser parisiense onde quer que você esteja

Saindo da exposição do Jean-Paul Gautier, alias excepcional, passei na livraria do Grand Palais. Um livro me chamou atenção: How to be parisian wherever you are da Caroline de Maigret, Sophie Mas, Audrey Diwan e Anne Berest.

Sabemos que a parisiense tem algo elegante, charmoso e particular que provoca nossa curiosidade. Ela procura uma estação de metro como estivesse olhando o pôr do sol. Seus cabelos não tingidos representam um caos organizado. Mas afinal, o que é ser uma parisiense?

As parisienses são homenageadas ao longo da historia:

1761
Jean-Jacques Rousseau imortalizou a figura de Julie em Paris ou a nova Heloise: “A moda domina o provincial, mas as parisienses dominam a moda”.

1874
Na primeira exposição impressionista, o quadro de Auguste Renoir intitulado Mulher, a parisiense representa uma elegância discreta e refinada.
_41377743_parrisienne-300
1907
A parisiense fez a sua entrada na publicidade. Seus hábitos são desvendados pelo ilustrador Albert Guillaume.

30010-albert-guillaume-1910-sexy-girl-corset-garter-belt-making-up-art-nouveau-style-hprints-com

1950
Kiraz, ilustrador francês, mostrou a parisiense no cotidiano mais sexy, com pernas longas e finas.
kiraz
2014
O livro how to be parisian wherever you are é publicado.

Eu tomei a liberdade de traduzir algumas frases do livro:

“O que você não encontrará no guarda-roupa de uma parisiense:
* Logomarcas. Você não é um outdoor
* Botas UGG
* Uma bolsa de designer falsa. Como seios falsos, você não pode solucionar suas inseguranças através de falsificação…”
IMG_20150417_133245
“Não siga tendências ( Tendências te seguem)”

“Ela não tem um anel em cada dedo, ou um grande diamante em cada anel.
Ela não usa um relógio de ouro que custam tanto quanto um carro de luxo.
Na verdade, ela não possui um carro de luxo.
Ela não carrega uma enorme bolsa de designer.
Mas ela pode ter um jornal debaixo do braço.
Ela poderia mencionar Sartre e Foucault em uma conversa.
É a sua personalidade que brilha e nada mais: os sinais de riqueza intelectual.”
IMG_20150417_133201
Escrito por parisienses, este livro é engraçadíssimo, revelador, com humor bem francês. Recomendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.